Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Empresas lucram 61,8% menos no 2º trimestre

Segundo a Economática, queda nos ganhos das empresas reflete a desvalorização do real e a desaceleração da economia

Por Da Redação 16 ago 2012, 12h31

A safra de balanços do segundo trimestre mostra que a crise econômica refletiu nas empresas brasileiras. O lucro líquido das 241 companhias não financeiras que divulgaram seus resultados até quarta-feira de manhã diminuiu 61,8% em relação ao registrado no segundo trimestre de 2011, segundo levantamento da consultoria Economática. A queda nos ganhos das empresas reflete a desvalorização do real e a desaceleração da economia.

As empresas somaram um lucro líquido de 13,7 bilhões de reais, uma redução de 22 bilhões de reais em relação aos 35,9 bilhões de reais registrados no segundo trimestre do ano passado. Os balanços ruins de Vale e Petrobrás, que concentram cerca de um terço da receita das 241 empresas avaliadas, impactaram o resultado.

A Petrobrás registrou no segundo trimestre seu primeiro prejuízo líquido em dez anos, de 1,3 bilhão de reais, revertendo o lucro de 10,9 bilhões de reais que alcançou entre abril e junho de 2011. A Vale ainda ficou no azul, mas seus ganhos no segundo trimestre deste ano – de 5,3 bilhões de reais – foram metade dos registrados no mesmo período de 2011.

A queda nos lucros, no entanto, foi generalizada. Sem Vale e Petrobrás, as empresas não financeiras que já divulgaram seus balanços lucraram 33,6% menos no segundo trimestre deste ano, segundo a Economática.

(Com Agência Estado)

Continua após a publicidade
Publicidade