Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Empresa ligada à BBom é a segunda maior franquia do Brasil

Importadora de rastreadores de veículos está sendo investigada por suposto crime financeiro e só perde para O Boticário em número de unidades franqueadas

Após decisão da Justiça de bloquear os bens da Embrasystem, conhecida pelos nomes fantasia ‘BBom’, ‘Unepxmil’ e ‘BBrasil Organizações e Métodos’, e de seus sócios, a Associação Brasileira de Franchising (ABF) disse ao site de VEJA que vai convocar representantes da empresa para prestar esclarecimentos. Uma das franquias de mais rápida expansão filiada à ABF é a Unepxmil, que importa os rastreadores de veículos comercializados pela BBom – empresa investigada pelo Ministério Público por suspeita de formar um esquema de pirâmide financeira.

A Unepxmil é hoje a segunda maior franqueadora da ABF em número de unidades: são 1.795, só perdendo para O Boticário (3.520 unidades). O avanço da companhia, até então, não havia suscitado nenhuma suspeita na associação.”Não recebemos nenhuma reclamação formal nem de franqueados nem de clientes sobre a empresa. Mas, diante da investigação em curso e da decisão judicial desta semana, vamos chamar a empresa para prestar esclarecimentos junto ao nosso Conselho de Ética e, se comprovada alguma irregularidade, vamos determinar punições”, disse a ABF. A pior punição que pode ser aplicada pela associação – a principal do setor no Brasil – é o desligamento da companhia como membro.

Leia mais:

BBom: faturamento passou de R$ 300 mil para R$ 100 milhões em três meses

BBom, Telexfree e mais onze empresas são investigadas por pirâmide financeira

No site da ABF, a Unepxmil é classificada no segmento de serviços automotivos e seu tipo de negócio é o de assistência veicular e rastreamento de veículos por satélite. A empresa afirma ter entrado no mercado de franquias em 2008, ano também de sua fundação. Do total de 1.795 unidades, 13 são próprias e 1.782 franquiadas. O faturamento médio mensal é estipulado em 60 mil reais e o investimento total da franquia entre 74 mil e 260 mil reais, com retorno do investimento entre seis e 24 meses. Os dados são de 19 de abril de 2013.

Bloqueio – A juíza substituta da 4ª Vara Federal de Goiânia, Luciana Laurenti Gheller, acatou pedido enviado pelo procurador Hélio Telho, do Ministério Público Federal de Goiás e bloqueou, na quinta-feira, cerca de 300 milhões de reais em bens da empresa e dos sócios-fundadores, além de ter impedido transferência de quase cem carros, dos quais duas Ferraris, um Rolls Royce e quatro Lamborghinis. Um dos fatos que mais chamou a atenção na investigação é o rápido aumento do faturamento da Embrasystem: subiu de 300 mil reais em 2012, antes da criação da operação BBom, em fevereiro deste ano, para 100 milhões de reais até maio, segundo o procurador Hélio Telho, responsável pela investigação.

Leia ainda: Entenda por que a Telexfree está sendo investigada

STF arquiva mandado de segurança de associados da Telexfree