Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Emprego na indústria sobe 0,2% em julho, diz IBGE

Na comparação com igual mês de 2011, o total de pessoal ocupado na indústria recuou 1,6%, décimo resultado negativo seguido nesse tipo de comparação

O emprego na indústria brasileira subiu 0,2% em julho sobre junho, interrompendo quatro meses consecutivos de queda, conforme informou nesta quarta-feira o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Na comparação com igual mês de 2011, o total de pessoal ocupado na indústria recuou 1,6%, décimo resultado negativo seguido nesse tipo de comparação, mas menor que os observados em maio (-1,7%) e junho (-1,8%) últimos. Os dados são da série livre de influências sazonais.

Nos sete primeiros meses do ano, o emprego industrial caiu 1,3% frente a igual período de 2011. A taxa anualizada – indicador acumulado nos últimos doze meses – teve recuo de 0,7% no fim de julho. Nesta base de comparação, o indicador já cai desde fevereiro de 2011, quando marcou alta de 3,9%.

Leia mais:

Brasil cresce 0,4% no segundo trimestre

Governo prorroga IPI reduzido de automóveis e linha branca

Governo renovará concessões e anuncia queda de preços de energia

Salários – O valor da folha de pagamento real dos trabalhadores da indústria diminuiu 1% em julho em comparação com junho, também segundo o IBGE. O resultado acaba minimizando a expansão de 2,5% registrada em junho e seu principal catalisador foi o comportamento negativo da indústria de transformação (-0,8%) e do setor extrativo (-0,6%).

Em relação a julho de 2011, porém, a folha de pagamento real da indústria aumentou 2,5% – o 31º resultado positivo consecutivo nesse tipo de comparação. No acumulado do ano, a folha de pagamento avançou 3,7%. Em 12 meses, houve crescimento de 3,6%.

(Com agências Estado e Reuters)