Clique e assine a partir de 9,90/mês

Embraer reverte prejuízo e tem lucro de R$ 319,8 mi no 2º tri

O resultado foi impactado pela queda da despesa com imposto de renda e contribuição social, que havia sido elevada no ano anterior pelo efeito cambial

Por Da Redação - 31 jul 2014, 07h37

A Embraer apresentou forte lucro no segundo trimestre, favorecida pela redução de imposto de renda e pelo aumento da receita com entregas de aeronaves, revertendo resultado negativo registrado um ano antes.

A terceira maior fabricante de aeronaves comerciais do mundo teve lucro líquido atribuído aos acionistas de 319,8 milhões de reais de abril a junho, contra resultado negativo de 9,9 milhões de reais no mesmo período de 2013.

Leia também:

Embraer recebe encomenda de US$ 3,1 bi da Azul

Santander Brasil tem lucro líquido de R$ 527,5 mi no 2º tri

O resultado foi impactado pela queda da despesa com imposto de renda e contribuição social, que havia sido elevada no ano anterior pelo efeito cambial. No segundo trimestre, a linha somou 93,5 milhões de reais, ante 236,6 milhões um ano antes.

Continua após a publicidade

A geração de caixa medida pelo lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) da Embraer ficou em 582,9 milhões de reais, avanço de 36,5 por cento na comparação anual.

A companhia entregou 29 aeronaves comerciais e 29 executivas no segundo trimestre, contra 22 aviões comerciais e 29 executivos no mesmo período do ano anterior, o que ajudou a elevar a receita líquida em 21 por cento, a 3,929 bilhões de reais.

A aviação comercial teve participação de 55,2 por cento no total das receitas, a 2,167 bilhões de reais, enquanto a aviação executiva respondeu por 23,9 por cento, a 939,1 milhões de reais. O segmento de defesa e segurança, por sua vez, correspondeu a 20,3 por cento do total, a 796 milhões de reais.

Mesmo com o maior número de entregas, a Embraer registrou queda na margem bruta para 21,9 por cento no segundo trimestre ante 23,1 em igual etapa de 2013, com a maior participação dos jatos E175 e E170 piorando o mix de entregas, disse a companhia.

A Embraer afirmou que as estimativas da companhia para a performance financeira e as entregas de aeronaves em 2014 permanecem inalteradas.

(Com Reuters)

Continua após a publicidade
Publicidade