Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Embraer faz parceria na área de veículos não tripulados

Por Da Redação 8 set 2011, 11h00

Por AE

São Paulo – A Embraer Defesa e Segurança e a AEL Sistemas, uma subsidiária da empresa israelense Elbit Systems, fecharam uma parceria para criar a Harpia Sistemas, que tem como foco a exploração do mercado de veículos aéreos não tripulados, chamados Vant. A Embraer Defesa e Segurança detém 51% do capital social da Harpia e a AEL, 49%. Como parte desta parceria, e com o objetivo de participar no processo de transferência de tecnologia para o Brasil, a Embraer Defesa e Segurança fará a aquisição de 25% do capital social da AEL.

A Harpia, com sede em Brasília, fabricará, comercializará e dará suporte de pós-venda de Vant, simuladores e atividades de modernização de sistemas aviônicos. Segundo a Embraer, a empresa oferecerá soluções mais abrangentes em sistemas complexos, aumentando a oferta de produtos genuinamente brasileiros no mercado de defesa e segurança.

“Entre as diretrizes da estratégia nacional de defesa estão a busca de parcerias para o desenvolvimento e capacitação tecnológica e a fabricação de produtos de defesa nacionais”, disse, em comunicado, o presidente da Embraer Defesa e Segurança, Luiz Carlos Aguiar. “A criação da Harpia será um importante instrumento para atender às necessidades das forças armadas e de segurança.” O executivo da Embraer Rodrigo Fanton, anteriormente dedicado à área de suprimentos, foi designado CEO da nova empresa.

A AEL foi uma das primeiras fornecedoras de sistemas para o turboélice de treinamento básico Tucano e o caça subsônico AMX, aeronaves fabricadas pela Embraer nas décadas de 1980 e 1990. Atualmente, a empresa fornece o sistema aviônico do turboélice de ataque leve e treinamento avançado Super Tucano e dos caças F-5M, modernizados pela Embraer para a Força Aérea Brasileira (FAB).

Continua após a publicidade
Publicidade