Clique e assine com até 92% de desconto

Em um ano, 1,6 milhão de brasileiros deixaram de ter plano de saúde

Segundo a ANS, em maio de 2015, havia 50,1 milhões de beneficiários de planos de assistência médica; no último mês, número caiu para 48,6 milhões

Por Da Redação 14 jun 2016, 14h18

No período de um ano, aproximadamente de 1,6 milhão de brasileiros deixaram de ter plano de saúde. Em maio de 2015, havia 50.183.430 beneficiários de planos de assistência médica e, no mês passado, 48.623.463, o que representou um redução de 3,1%. Os dados estão disponíveis na Sala de Situação da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS).

Em relação a abril de 2016, os planos de saúde permaneceram praticamente estáveis em maio, com perda de 30.783 beneficiários (0,06%). A ANS ressalta que houve aumento de beneficiários nos planos coletivos empresariais – o número passou de 32.269.736, em abril de 2016, para 32.275.710, no mês passado.

Entre abril e maio deste ano, Bradesco Saúde teve variação positiva de 0,37%; Amil, de 0,47%; Hap Vida, de 0,79%; Sul America, de 0,50%; e Notre Dame, de 0,21%. Já a Porto Seguro teve uma retração de 2,19%.

Leia também:

Governo corrige cálculo, e impacto de reajuste de servidores passa a R$ 67 bi

Jaguar Land Rover abre no Brasil sua primeira fábrica própria fora da Inglaterra

Nesse período, os planos exclusivamente odontológicos tiveram crescimento de 0,82% – passaram de 21.749.012, em abril, para 21.926.664, em maio. O aumento de beneficiários se deu em todos os seguimentos (planos individuais, coletivos empresariais e coletivos por adesão).A Odontoprev, com 6,3 milhões de beneficiários, teve uma queda de 0,27% entre abril e maio. Amil cresceu 2,38%; Hap Vida, 3,9%; Interodonto, 0,35%; Sul América, 5,02%, e Porto Seguro, 2,11%.

(Com Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade
Publicidade