Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Governo anuncia reajuste de 5,67% no Bolsa Família

Em pronunciamento, Temer pediu que os desempregados não percam a esperança, porque as oportunidades de recolocação no mercado estão aumentando

Depois de o presidente Michel Temer gravar o pronunciamento que foi ao ar nesta segunda-feira sem anunciar o porcentual de reajuste do programa Bolsa Família, o governo informou que o aumento será de 5,67%, a partir de julho. O reajuste é maior do que a inflação registrada em 2017, de 2,95%. Com isso, o pagamento passa de 177,71 reais para uma quantia estimada de 187,79 reais.

O anúncio acontece em meio à busca do presidente de agendas positivas  o discurso em cadeia de rádio e TV foi feito em comemoração ao Dia do Trabalho.

A decisão política de reajustar o Bolsa Família acima da inflação já havia sida tomada. No entanto, o valor ainda estava sendo calculado para que se incluísse um aumento real, sem impedir o governo de sustentar o discurso de que zerou a fila do programa. O ajuste fino, portanto, visa a um reajuste que preserve uma folga financeira capaz de manter essa fila zerada.

O programa atende hoje 14 milhões de famílias. Em agosto, depois de fazer mais uma limpeza nos beneficiados pelo programa, retirando pessoas com renda acima do permitido, o governo incluiu mais 828.000 famílias e anunciou que teria mais uma vez zerado a fila do Bolsa Família.

Discurso

O pronunciamento de hoje à noite também foi um recado do presidente para as pessoas no Dia do Trabalho. Ele pediu que os desempregados não percam a esperança, porque as oportunidades de recolocação no mercado estão aumentando.

“Você, trabalhador que procura trabalho, não perca a esperança. O Brasil está crescendo e, a cada dia, estamos criando mais postos e mais oportunidades”, disse Temer em um pronunciamento de pouco mais de quatro minutos, divulgado também nas redes sociais nesta segunda-feira.

A demora na melhora do mercado de trabalho tem sido apontada como um dos fatores que ajudam na baixíssima popularidade do governo Temer.

Na sexta-feira, o IBGE informou que o país encerrou o primeiro trimestre com uma taxa de desemprego de 13,1%, a mais alta desde maio do ano passado. Segundo os dados divulgados, o contingente de desempregados era de 13,689 milhões de trabalhadores.

Temer também disse que renovou o programa Luz para Todos. E voltou a reclamar dos críticos de seu governo. “Enquanto alguns passam o dia criticando, a gente passa o dia trabalhando”, afirmou.

O último pronunciamento de Temer em cadeia de rádio e tevê foi feito no dia 21 de abril. Na sua fala, o presidente defendeu seu governo e chegou a se comparar a Tiradentes, que foi “acusado e condenado”, mas absolvido pela história.

 

 

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. deu pouco mais de 2% aos aposentados e 5.67 aos folgados do bolsa familia. Vagabundos!

    Curtir

  2. Alguém tinha dúvida,de que isto não iria acontecer?Ano de eleição.Pobre gado marcado.

    Curtir

  3. Artur Britto

    Os políticos de esquerda, como o Temer, sempre incentivando a vagabundagemh com o aumento no bolsa voto.

    Curtir

  4. Mesmo tendo problemas com empresa do porto de Santos êste continua a ser um equivocado,o pt
    depois de ter arrebentado com a economia nos deixou êste Sr. Equivocado como herança.

    Curtir