Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Eletrobras assina acordo e deve assumir 51% da Celg D

SÃO PAULO (Reuters) – A Eletrobras assinou protocolo de intenções para participar do processo de saneamento financeiro da Celg Distribuição (Celg D), o que culminará com a aquisição do controle da distribuidora goiana.

“Este processo prevê que a Eletrobras assuma o controle da Celg D, por meio da aquisição de 51 por cento das ações ordinárias do capital da companhia”, informou a Eletrobras em comunicado nesta divulgado quinta-feira.

A empresa informou ainda que será divulgado um comunicado ao mercado com os detalhes da operação e que irá agendar uma teleconferência sobre o tema.

“A concretização da referida operação depende de diversas autorizações em diferentes esferas, não podendo, portanto, ser detalhada neste momento”, informa a companhia.

A Celg D tem como acionista majoritário o governo do Estado de Goiás, com 99,70 por cento de participação na companhia, e atende cerca 2,4 milhões de unidades consumidoras em 237 municípios de Goiás.

A recuperação financeira da Celg D vem sendo discutida desde o ano passado pelo Estado de Goiás e o governo federal, e o aumento de participação da Eletrobras no bloco acionário da empresa já era previsto, embora não houvesse confirmação de que a estatal federal pudesse assumir o controle.

No desenho inicial do acordo de socorro à Celg, feito no final de 2010, a Caixa Econômica Federal liberaria 3,7 bilhões de reais para o Estado injetar na empresa, que por estar endividada com encargos setoriais vem sendo impedida de aplicar reajustes em suas tarifas.

O acordo inicial ainda previa também que a Eletrobras elevaria sua participação na Celg de menos de 1 por cento para cerca de 6 por cento do capital, e passaria a ter voz na gestão da empresa.

(Por Anna Flávia Rochas)