Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Eike pode vender fatias de OGX, LLX e MMX para fundo de Abu Dhabi

Segundo a Bloomberg, Mubadala poderá investir até 1 bilhão de dólares na compra de mais ativos do grupo EBX

O fundo soberano de Abu Dhabi, Mubadala Development Company, poderá adquirir novas participações nas empresas de Eike Batista. Segundo a Bloomberg, o fundo negocia a compra de uma fatia da OGX Petróleo, da mineradora MMX e da LLX Logística. O fundo estaria em busca de parceiros locais e internacionais para fechar o negócio, que deverá envolver a soma de 1 bilhão de dólares.

Leia também:

Eike assiste à implosão de seu império, afirma ‘FT’

Minoritários tentam reaver na Justiça dinheiro perdido com ‘micos’

CVM questiona Eike por não divulgar fato relevante sobre Mubadala

Segundo a Bloomberg, a empresa de extração de ouro AUX está sendo usada como garantia para a dívida de 1,5 bilhão de dólares que o empresário tem com o fundo. Em julho, o Mubalada converteu as ações que detinha na EBX em dívida, de acordo com a reportagem. Tal movimento fez com que a Bloomberg revisasse o cálculo do patrimônio de Eike, afirmando que, naquele mês, o brasileiro tinha “apenas” 200 milhões de dólares, ante os 36 bilhões de dólares apurados no início de 2012.

Procurado, o fundo afirmou, por meio do porta-voz Brian Lott, que continua em conversas com a EBX e outros interessados no processo de restruturação do grupo, mas se negou a comentar a negociação específica.