Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Eike Batista vende 49,8 milhões de ações da OGX

Segundo comunicado enviado à CVM pela petroleira, o empresário pretende fazer novas vendas pontuais das ações, mas sem perder o papel de controlador, com participação de 50,01%

Por Da Redação - 29 ago 2013, 13h35

A OGX Petróleo e Gás Participações informou nesta quinta-feira, por meio de comunicado, que seu controlador Eike Batista, vendeu, pelo menos, 49.8 milhões de ações da companhia no pregão de quarta-feira. O montante corresponde a 1,54% do capital social total da petroleira. De acordo com o comunicado, somadas as alienações feitas pelo controlador desde março de 2013, a participação de Eike foi reduzida em 5,67% do capital social total da OGX.

A petroleira informou também que Eike Batista tem intenção de fazer vendas pontuais de ações de emissão da OGX em montante total superior a 5% da sua atual participação, mas mantendo inalterada sua posição de acionista controlador, com fatia superior a 50,01%.

Leia também:

Eike vende 5,38% do capital da OSX

Publicidade

OGX desiste de 9 blocos arrematados da 11ª rodada da ANP

“Conforme informado pelo nosso acionista controlador, as referidas vendas fazem parte de contínuo processo de aperfeiçoamento da sua estrutura de capital, e têm por objetivo cumprir determinadas obrigações financeiras com credores da holding EBX”, ressalta documento enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Bolsa – As ações da OGX chegaram a cair mais de 20% na manhã desta quinta-feira, após a petroleira do grupo EBX ter afirmado que a malaia Petronas não tem direito de adiar o fechamento financeiro de transação para a venda de fatia de dois blocos na bacia de Campos. O anúncio foi feito após o fechamento do pregão de quarta.

No entanto, a OGX disse estar “empenhada em buscar uma solução que preserve o interesse de ambas as companhias”. A empresa ressaltou, porém, que “não existe qualquer definição a esse respeito”.

Publicidade

Às 10h56, a ação da empresa tinha queda de 21%, a 0,45 real, diante de variação positiva de 0,6% do Ibovespa. No final da manhã, os papéis da petroleira tinham reduzido as perdas, mas a queda foi intensificada com o anúncio de venda de Eike, que também divulgou nesta quinta ter vendido 5,38% do capital da OSX. Às 13h, o papel da OGX caía 12,28%, cotado a 0,50 real, enquanto o Ibovespa subia 1,08%, aos 50.407 pontos. No mesmo horário, as ações da OSX tinham queda de 11,36%, negociadas a 0,78

real.

Leia ainda:

Eike renuncia à presidência da LLX

Publicidade

Após acordo com Cade, OGX pagará multa de R$ 3 milhões

Petronas – A OGX afirmou em comunicado na quarta-feira entender que a Petronas não tem direito de adiar o fechamento da transação e que nenhuma das condições previstas no contrato para a venda dos blocos faz referência à “reestruturação de dívida”.

A Petronas anunciou nesta semana que aguarda a reestruturação da dívida da OGX para dar prosseguimento ao negócio 850 milhões de dólares. O acordo com a gigante de petróleo da Malásia é considerada crucial para a empresa de Eike Batista, que lida com dívidas crescentes e uma crise de confiança no grupo EBX.

(com Reuters e Estadão Conteúdo)

Publicidade