Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Efeito Copa: turismo europeu e norte-americano aumentou mais de 60% no Brasil

Levantamento da empresa Amadeus aponta que maior alta ocorre entre turistas britânicos, que triplicaram o número de reservas de passagens com destino ao país

Por Da Redação - 12 jun 2014, 07h36

A chegada de turistas vindos da Europa e dos Estados Unidos aumentou mais de 60% no Brasil no período da Copa, na comparação com junho de 2013. O levantamento foi feito pela empresa de tecnologia do setor de viagens Amadeus, com base em reservas de passagens aéreas. O estudo aponta que, no caso da Europa, houve aumento de 60% nas reservas, enquanto nos Estados Unidos, a alta foi de 68% na comparação com o ano anterior.

Segundo a Amadeus, a Grã-Bretanha foi o país com maior aumento no número de turistas com destino ao Brasil – a cifra quase triplicou na comparação com junho do ano passado. No caso da Alemanha, a alta foi de 100% nas reservas, enquanto para os franceses, houve aumento de 70%.

Leia também:

Não vai ter Copa: conheça as alternativas de viagens para fugir do mundial

Publicidade

Brasil investiu só 3% do previsto em melhorias no turismo para a Copa

Contudo, países mais afetados pela crise financeira, como Espanha, Portugal e Itália, enviaram menos turistas em relação ao ano passado. A queda média em reservas entre os três países foi de 10% na comparação anual.

A Amadeus aponta ainda que, para aproveitar o aumento do fluxo, as companhias aéreas que fazem voos entre os Estados Unidos e o Brasil aumentaram a oferta de assentos em 15%, enquanto no caso das europeias, a alta foi de 6%.

Publicidade