Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Economistas (de novo) diminuem projeções para PIB e indústria

Estimativa média para inflação também mostra uma leve queda no relatório Focus desta semana

Por Da Redação 18 ago 2014, 09h17

Economistas de instituições financeiras ouvidas pelo Banco Central (BC) para o relatório Focus acreditam que o Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro crescerá 0,79% neste ano, menos do que na projeção anterior, de 0,81%. Esta é a 12ª semana seguida que o mercado diminui sua expectativa com relação à expansão econômica. Para 2015, porém, a estimativa média permaneceu em crescimento de 1,20%.

Leia também:

Economia brasileira contraiu 1,20% no 2º trimestre, mostra prévia

Mercado vê em Marina chance maior de derrubar Dilma

Desaceleração da economia corta 83,6 mil vagas no comércio no 1º semestre

Segundo o BC, só piora a confiança na recuperação no setor industrial, um dos componentes do PIB. Agora os economistas esperam que o setor recue 1,76% – na semana passada, a estimativa era de queda de 1,53%. Mesmo assim, o mercado ainda espera crescimento em 2015, de 1,70%.

O relatório divulgado nesta segunda-feira traz ainda a expectativa média de 6,25% para a inflação, levemente menor do que na semana passada (6,26%). Para o ano que vem, os economistas apostam em alta de 6,25% dos preços. Por fim, para a Selic, o mercado acredita que ela feche o ano nos atuais 11% e 2015 em 11,75% (na semana passada, esperavam 12%).

Continua após a publicidade

Publicidade