Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Economia vai crescer 3% em 2018, afirma Meirelles

No Twitter, o ministro expressou otimismo na recuperação econômica brasileira

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, fez previsões sobre o crescimento da economia em sua conta no Twitter. Segundo ele, a economia deve crescer cerca de 3% em 2018. Ele já havia dito anteriormente que o PIB de 2018 deveria ter um avanço de 2,5% a 3%.

A economia brasileira registrou um crescimento de 0,2% no primeiro trimestre em relação aos primeiros três meses do ano, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Com o resultado, os analistas do mercado financeiro subiram a projeção de crescimento da economia em 2017,  de 0,39% para 0,50%, segundo o mais recente Boletim Focus.

 

Até a divulgação do PIB, o ministro afirmava que o resultado do segundo trimestre deveria ser zero ou negativo. Bancos e economistas consultados por VEJA também não apostavam em um resultado positivo (confira).

No Twitter, o ministro também expressou otimismo na recuperação econômica brasileira. Em 2019, segundo Meirelles, poderemos ver um crescimento acima de 3%.

Meirelles defendeu que o país siga com a agenda de reformas, como a da Previdência. “Aprovamos teto dos gastos, reforma trabalhista, TLP, lei de responsabilidade das estatais, controlamos inflação e o Brasil saiu da recessão. Estas transformações ajudam na retomada da confiança, com queda de juros de longo prazo e previsão de crescimento maior nos próximos anos”, escreveu ele.

 

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Luiz Chevelle

    Quem controlou a inflação foi a crise econômica.

    Curtir

  2. sinesio gimene

    a crise economica só nao , foram varios fatores, até a natureza gritou contra a dilmanta, além dela mesmo ter feito tanta bobagem, dando créditos as familias já endividadas , alem de inchar a maquina pública , mascarando a inflação que já mostrava em crescimento e nao fez nada, baixando ainda mais os juros, alem dos preços das comodites cairem , deram um cartao de credito sem limites para um poste

    Curtir