Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Economia da zona do euro para no 2º tri e preocupa analistas

Na comparação anual, entretanto, houve crescimento de 0,7%. Retração da Alemanha e fraco desempenho da França corroboraram resultado negativo

O Produto Interno Bruto (PIB) da zona do euro não cresceu no segundo trimestre na comparação com os três primeiros meses do ano, quando houve expansão de 0,2%, pressionado pela retração na Alemanha e pela estagnação na França. Analistas consultados pela Reuters esperavam avanço de 0,1%. Contudo, na comparação anual, houve crescimento de 0,7%. Os dados, divulgados nesta quinta-feira pela agência de estatísticas Eurostat, sinalizam preocupação com a saúde da economia do bloco diante do impacto das sanções contra a Rússia.

O PIB da Alemanha contraiu 0,2% no segundo trimestre na comparação trimestral, mas avançou 1,2% na relação anual. O PIB da França, por sua vez, permaneceu estável pelo segundo trimestre consecutivo. Na comparação anual, no entanto, houve expansão de 0,1%. A economia de Portugal, enquanto isso, cresceu 0,6% na comparação mensal e 0,8% na comparação anual.

Leia também:

Economia da Itália entra em recessão pela terceira vez em seis anos

Inflação da zona do euro registra menor nível em quase cinco anos

Desemprego na Espanha cai para 24,5% no 2º trimestre

Inflação – A Eurostat também informou nesta quinta-feira que a inflação da zona do euro desacelerou para 0,4% em julho ante o mesmo período do ano anterior. O resultado atingiu o pior nível desde o pico da crise financeira em outubro de 2009, quando os preços ao consumidor caíram 0,1%, mantendo o Banco Central Europeu vigilante sobre os riscos de deflação.

(Com agência Reuters e Estadão Conteúdo)