Clique e assine a partir de 9,90/mês

Economia com Previdência deve ser de R$ 500 bi, estima Citibank

Valor equivale à metade do esperado pela equipe econômica de Paulo Guedes

Por Da Redação - Atualizado em 18 fev 2019, 18h10 - Publicado em 18 fev 2019, 17h11

A economia do governo com a reforma da Previdência deve ser de 500 bilhões de reais em dez anos, afirmou o economista-chefe do Citibank, Leonardo Porto. O valor é metade do estimado pela equipe econômica de Paulo Guedes.

“Ainda há muitas dúvidas sobre os pontos do texto”, disse Porto em encontro com jornalistas, destacando que espera mais clareza sobre as medidas que mudam a aposentadoria no Brasil na próxima quarta-feira, 20, quando o presidente Jair Bolsonaro prometeu entregar o texto no Congresso.

Se o governo conseguir aprovar um texto mais amplo, com economia fiscal acima de 500 bilhões, o dólar pode cair, de acordo com ele, abaixo de 3,64 reais mais próximo do final do ano e continuar nesse patamar até o final de 2019.

O economista-chefe do Citi aponta também que a crise envolvendo o ministro titular da Secretaria-Geral da Presidência, Gustavo Bebianno, não irá impedir a execução da reforma. Porto acredita que o episódio não afetará a popularidade do presidente, fator que, de acordo com ele, é de grande importância para a aprovação das medidas propostas.

Continua após a publicidade

O presidente do Citi no Brasil, Marcelo Marangon, disse que o banco está otimista com o governo Bolsonaro, mas cauteloso sobre a expectativa de aprovação das reformas. “O ritmo da aprovação das reformas vai definir o otimismo”, afirmou. Marangon ainda considera que o timing de aprovação das reformas deve definir o fluxo de retomada dos investimentos de estrangeiros.

(Com Estadão Conteúdo)

Publicidade