Duas grandes empresas de tabaco negociam fusão

A fusão criaria a segunda maior empresa do setor nos Estados Unidos, atrás apenas do Grupo Altria, fabricante da marca de cigarros Marlboro

Por Da Redação - 12 jul 2014, 15h35

As companhias de tabaco Reynolds e Lorillard, duas das maiores dos Estados Unidos, confirmaram nesta sexta-feira que estão em negociações para um acordo de fusão que criaria um gigante avaliado em 56 bilhões de dólares (124 bilhões de reais). A fusão das fabricantes das marcas de cigarro Camel e Newport criaria a segunda maior empresa do setor, depois do Grupo Altria, fabricante da Marlboro.Tanto o jornal The New York Times como a publicação financeira The Wall Street Journal anteciparam que a fusão estaria sujeita a obstáculos significativos, entre eles a supervisão das autoridades antimonopólio.

Leia também

Confira as 20 maiores empresas do mundo, segundo a ‘Fortune’

Conheça as dez famílias mais ricas dos Estados Unidos

Publicidade

Juntas, Reynolds e Lorillard controlariam 42% do mercado americano, contra 50% da Altria. A potencial fusão chega após anos de uma queda contínua no consumo de tabaco nos EUA, que foi reduzido em 4% somente no ano passado.

Segundo o Centro para o Controle e Prevenção de Doenças (CDC, sigla em inglês) dos EUA, o número de fumantes no país é de aproximadamente 42 milhões de pessoas, cerca de 18% da população adulta. Há dez anos atrás esse número era de 21% e, em 1965, de 43%. Entre os poucos segmentos que ainda crescem em uma indústria avaliada em 100 bilhões de dólares (220 bilhões de reais) estão os cigarros eletrônicos e os mentolados, setores nos quais a Lorillard é a líder de mercado.

(Com agência EFE)

Publicidade