Dow Jones fecha em baixa de 1%

Por Da Redação - 9 abr 2012, 18h05

Nova York, 9 abr (EFE).- O índice Dow Jones Industrial, o principal de Wall Street, fechou em baixa de 1% nesta segunda-feira, influenciado por dados piores do que o esperado sobre criação de empregos nos Estados Unidos no mês passado

Esse indicador, que reúne 30 das maiores empresas americanas, perdeu 130,55 pontos, para 12.929,59. Já o índice seletivo S&P 500 caiu 1,14%, para 1.382,20, e o indicador da bolsa eletrônica, a Nasdaq, recuou 1,08% e fechou aos 3.047,08.

Os investidores reagiram com mau humor aos dados divulgados na sexta-feira passada pelo Departamento de Trabalho dos EUA, que informou que a economia do país acrescentou em março 120 mil postos de trabalho, muito abaixo dos 240 mil previstos por analistas.

A notícia provocou desânimo particularmente no setor financeiro, no qual se destacaram as quedas de Bank of America (-3,25%), Citigroup (-2,36%) e Morgan Stanley (-2,23%).

Publicidade

Apenas dois dos integrantes do Dow Jones fecharam o dia em alta: a rede de fast-food McDonald’s (0,26%) e a gigante do setor de tecnologia Hewlett-Packard (0,13%).

Fora desse índice quem mais se destacou foi o portal de internet AOL, cujos títulos dispararam 43,32% após a revelação de que venderá à Microsoft mais de 800 patentes por cerca de US$ 1,1 bilhão.

Por outro lado, a companhia de cosméticos Avon recuou 3,12% após designar Sherilyn McCoy, ex-Johnson & Johnson, como sua nova executiva-chefe, enquanto Andrea Jung, que ocupa atualmente esse cargo, permanecerá na empresa como presidente executiva.

Em outros mercados, o preço do petróleo caiu a US$ 102,46 por barril, o ouro subiu a US$ 1.643,9 a onça, o dólar perdia terreno frente ao euro (que era cotado a US$ 1,3111) e a rentabilidade da dívida pública americana a 10 anos retrocedia a 2,04%. EFE

Publicidade