Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Dow Jones fecha em baixa de 0,11%

Nova York, 5 mar (EFE).- O índice Dow Jones Industrial, o principal de Wall Street, fechou em baixa de 0,11% nesta segunda-feira, um dia no qual a situação do setor de serviços nos Estados Unidos não convenceu os investidores e no qual pesou o rebaixamento das previsões de crescimento da China.

Esse índice, que reúne 30 das maiores empresas americanas, perdeu 14,68 pontos, para 12.962,89. Já o índice seletivo S&P 500 caiu 0,39%, até 1.364,33, e o indicador da bolsa eletrônica, a Nasdaq, recuou 0,86% para 2.950,48.

Os investidores nova-iorquinos começaram a jornada no vermelho depois que a China reduziu de 8% para 7,5% o objetivo de crescimento de seu Produto Interno Bruto (PIB) para 2012, contra 9,2% do ano passado, um fator que determinou também o fechamento em baixa das bolsas asiáticas.

Também influenciou negativamente no pregão nova-iorquino os últimos dados sobre a evolução do setor serviços nos EUA, apesar de ter crescido mais que o esperado em fevereiro e ter se situado em seu nível mais alto em um ano, segundo o Instituto para Gestão de Fornecimento (ISM, na sigla em inglês).

Os operadores em Wall Street também estiveram pendentes das notícias que chegaram do outro lado do Atlântico, onde às dúvidas despertadas pelas Espanha após reconhecer na semana passada que não poderá reduzir o déficit se somaram hoje novas dúvidas sobre o resgate grego.

Os credores privados da Grécia têm até quinta-feira para aceitar o perdão da dívida do país heleno, uma decisão que será revisada no dia seguinte pelos ministros de Finanças da zona do euro.

Dessa maneira, a maioria dos setores em Nova York fechou com retrocessos, liderado pelo de matérias-primas, que perdeu 1,72% em seu conjunto, o tecnológico (-1,17%), o energético (-0,85%) e o financeiro (-0,54%).

Ao fim da sessão, entre os 30 componentes do Dow Jones, o fabricante de alumínio Alcoa liderou as perdas (-3,61%), seguido pelo fabricante de maquinaria pesada Caterpillar (-2,13%) e pelo Bank of America (-1,97%).

Por outro lado, lideraram os avanços a farmacêutica Merck (1,37%) e a tecnológica IBM (0,93%).

Fora do Dow Jones a seguradora AIG subiu um sólido 1,98% após divulgar que planeja vender US$ 6 bilhões em ações de seu negócio asiático a fim de devolver ao governo dos EUA parte do resgate financeiro que evitou em 2008 o colapso da empresa.

No mercado Nasdaq surpreendeu a queda de 2,18% da Apple apesar de, nesta segunda-feira, a gigante tecnológica ter informado que sua loja de aplicativos App Store alcançou os 25 bilhões de downloads nos 315 milhões de dispositivos iPhone, ipad e iPod Touch que existem no mundo.

Em outros mercados, o petróleo subiu para US$ 107,05 por barril, o ouro desceu para US$ 1.707,3 a onça, o dólar perdia terreno frente ao euro (cotado a US$ 1,3214) e a rentabilidade da dívida pública americana a dez anos subia para 2%. EFE