Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Dow Jones: Eike pode fechar capital de mais empresas

Por Da Redação 5 ago 2012, 18h59

Por André Lachini

São Paulo – O bilionário brasileiro Eike Batista planeja retirar da bolsa as ações de uma ou mais empresas do seu império EBX, informaram duas fontes familiarizadas com a situação à repórter Luciana Magalhães, da agência Dow Jones no Brasil. As ações das companhias de Eike Batista tiveram várias quedas após a empresa petrolífera do grupo, a OGX Petróleo e Gás Participações, ter informado dados de produção que estavam bem abaixo das expectativas, o que levou a especulações de que o magnata poderá tentar recomprar as ações das companhias e fechar o capital delas.

Isso representaria uma forte mudança na estratégia de Eike Batista, que levantou bilhões de dólares no mercado de ações nos últimos anos para investir em empresas que estavam no começo, em uma gama de setores da indústria pesada. Muitas das empresas ainda precisam alcançar um faturamento significativo, o que as torna vulneráveis às flutuações do mercado.

Na semana passada, Eike Batista disse que recomprará todas as ações da LLX Logística SA, a qual constrói um porto industrial no Estado do Rio de Janeiro. De acordo com uma pessoa familiar com as decisões do grupo EBX, Batista estava no ponto de anunciar a recompra das ações de outra empresa na semana passada, mas no momento final decidiu esperar um pouco.

Duas fontes com conhecimentos específicos sobre o grupo disseram que ocorrerão poucas recompras de ações das empresas do grupo EBX. Uma das fontes disse que as mais fortes candidatas no momento a terem o capital fechado são a OSX Brasil SA, que fornece equipamentos e serviços para a indústria do petróleo e gás natural offshore, e a empresa carbonífera CCX. A fonte não forneceu um cronograma preciso para as possíveis transações e disse que Eike Batista ainda avalia os planos. A assessoria de imprensa do grupo EBX não pôde ser encontrada neste domingo para comentar os planos. Alguns dias antes de anunciar a recompra das ações da LLX, o grupo negou especulações do mercado de que planejava comprar de volta todas as ações da LLX ou da CCX. As informações são da Dow Jones.

Continua após a publicidade

Publicidade