Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Dólar vai a R$ 3,99 e atinge maior valor do ano nesta tarde

Complicações sobre o Brexit e demora da reforma da Previdência são os principais motivos para a valorização

Impulsionado pela alta da moeda americana nos principais mercados do mundo e pelo desânimo dos investidores com a demora da aprovação da reforma da Previdência, o dólar bateu na tarde dessa quarta-feira, 24, o maior valor deste ano.

Às 14h15, a moeda era negociada aos 3,9935 reais, com alta de 1,81% sobre o fechamento do dia anterior. O maior valor “intraday” até então era o de 3,9934 reais no dia 28 de março. No fechamento, o recorde do dólar são os 3,95 reais do dia 27 de março.

O dólar abriu em alta frente às moedas mundiais após notícias sobre impasses nas negociações entre os partidos trabalhista e conservador no Reino Unido, segundo o diretor da corretora Mirae Asset, Pablo Spyer. “A moeda se valoriza no mundo todo com o desânimo e desconfiança dos investidores sobre a conclusão para o Brexit. É um movimento mundial.”

Até então, a moeda americana estava dependente do cenário interno, principalmente com o noticiário sobre a reforma da Previdência, enquanto o exterior estava calmo, segundo Spyer. “Hoje, o exterior pesou mais para a valorização da moeda. O cenário externo está agravando a situação”, afirma.

O ambiente interno também favorece a alta do dólar, já que os investidores aguardam uma resolução das novas leis da aposentadoria para se instalarem no Brasil, segundo Thiago Salomão, analista da Rico Investimentos. “Eles vão esperar até o último minuto para investir. A reforma da Previdência tem que passar para atrair capital estrangeiro.”

Moedas mundiais

Às 13h40, o dólar se valorizava ante as principais moedas mundiais. 

A moeda também sobe ante os países emergentes. O Brasil tem o agravante do cenário da reforma da Previdência, o que, segundo Spyer, fez com que o dólar ganhasse mais força do que outras moedas.