Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Dólar vai a R$ 3,95 e fecha no maior valor desde outubro de 2018

Mercado de câmbio é afetado pela percepção de risco dos investidores estrangeiros em relação ao Brasil

Por Clara Valdiviezo 27 mar 2019, 18h04

A aprovação da PEC do Orçamento impositivo, na noite de terça-feira, 27, causou turbulência nos mercados financeiros brasileiros. O dólar subiu 2,27% e foi negociado em média a 3,95 reais, no maior valor desde 1º de outubro do ano passado.  Os investidores estrangeiros têm dúvidas quanto à aprovação da reforma da Previdência.

Ibovespa, principal índice da bolsa de valores brasileira, sofreu forte desvalorização de 3,57% –na segunda maior queda deste ano. A bolsa se encerrou aos 91.903,41 pontos, na menor cotação desde 7 de janeiro.

  • Há um estresse no mercado, causado pela aprovação da PEC, por demonstrar a dificuldade que o governo vai passar para aprovar a reforma da Previdência e também por sinalizar uma fraqueza da presidência ante a Câmara, de acordo com o economista-Chefe da Nova Futura Investimentos, Pedro Paulo Silveira.

    O mercado de câmbio, especificamente, é afetado pela percepção de risco em relação ao país, que, segundo Silveira, está alterada. “O preço está volátil, pode subir muito, como também pode descer muito. Não tem um limite”, afirma o economista.

    Continua após a publicidade
    Publicidade