Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Dólar tem maior alta em duas semanas com tensão envolvendo EUA e Irã

Moeda americana encerrou o pregão valendo R$ 4,05

Por Da Redação Atualizado em 7 jan 2020, 12h22 - Publicado em 3 jan 2020, 18h31

O dólar voltou a subir nesta sexta-feira, 3. A moeda americana avançou 0,74%, a maior alta percentual diária em duas semanas, ficando acima de 4,05 reais. A alta da moeda foi motivada pelo movimento de valorização da moeda no exterior diante de maior aversão a risco depois do aumento das tensões envolvendo os Estados Unidos e o Irã. Na noite da quinta-feira 2, uma ação militar americana culminou na morte de Qasem Soleimani, general iraniano e principal estrategista militar do país. 

É a maior alta percentual diária desde 20 de dezembro, quando a moeda avançou 0,79%. O dólar fechou no maior patamar desde 26 de dezembro, quando encerrou o pregão valendo 4,062 reais na venda. Na semana, a cotação avançou 0,14%, depois de quatro semanas consecutivas de queda, nas quais acumulou desvalorização de 4,50%.

Pela manhã, o presidente Jair Bolsonaro admitiu que a ação dos EUA vai impactar o preço do petróleo no mercado internacional, o que pode repercutir no Brasil. “Que vai impactar, vai. Agora, vamos ver nosso limite aqui. Porque, se subir, já está alto o combustível, se subir muito complica”. O presidente disse ainda que não pode intervir no preço do combustível.

(Com Reuters)

Continua após a publicidade
Publicidade