Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Dólar sobe pelo 5º dia seguido e encosta nos R$ 3,49

Moeda americana terminou o dia em alta de 0,72% a R$ 3,4890. Na máxima, chegou a ser negociada a R$ 3,50

O dólar subiu pela quinta sessão consecutiva nesta quarta-feira, chegando a 3,50 reais pela primeira vez em doze anos, mais uma vez impulsionado por preocupações com os cenários político e econômico do Brasil e com o momento de alta de juros nos Estados Unidos. A moeda chegou a ser negociada a 3,5009 reais na máxima do dia, mas encerrou o dia em alta de 0,72%, a 3,4890 reais na venda, maior nível desde 10 de março de 2003 (3,525 reais). Em cinco sessões, a moeda norte-americana acumulou alta de 4,80%.

Os investidores continuaram preocupados com a possibilidade de novos golpes à credibilidade do país devido às turbulências políticas. Na terça-feira, o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB), afirmou que a Casa deve votar na quinta as contas de três ex-presidentes, abrindo caminho para eventual deliberação das contas da presidente Dilma Rousseff, ainda em análise no Tribunal de Contas da União (TCU). Um eventual parecer desfavorável do TCU pode dar força àqueles que defendem a abertura de um processo de impeachment.

As preocupações internas somaram-se às expectativas pelo primeiro aumento nos juros dos EUA. “Não há dúvida de que o Fed não vai demorar para aumentar juros. Agora, é a hora de o mercado fazer ajustes finos”, disse o gerente de câmbio da corretora Treviso, Reginaldo Galhardo.

As apostas em alta de juros nos EUA no mês que vem ganharam força após o índice do setor de serviços do Instituto de Gestão de Fornecimento (ISM, na sigla em inglês) atingir em julho a máxima em dez anos. O dado ofuscou a criação de postos de trabalho no setor privado abaixo do esperado no mesmo mês, divulgada mais cedo.

Leia mais:

Dólar acelera e encosta em R$ 3,50

Em quarta alta seguida, dólar fecha a R$ 3,46

Dólar sobe e bate os R$ 3,48 com retomada dos trabalhos no Congresso

Bolsa – A Bovespa fechou com o seu principal índice em alta nesta quarta-feira, em meio ao forte avanço das ações da Vale, na esteira de ganhos dos preços do minério de ferro na China e divulgação de menores investimentos pela mineradora. De acordo com dados preliminares, o Ibovespa subiu 0,43%, a 50.271 pontos. O giro financeiro totalizava 4,6 bilhões de reais.

(Com agência Reuters)