Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Dólar sobe 0,78% e fecha a R$ 3,29; Bovespa cai 0,33%

Expectativa com a reunião do BC japonês atraiu as atenções no mercado de câmbio, em semana de poucas notícias locais

Por Da redação 28 jul 2016, 18h38

O dólar fechou em alta de 0,78% nesta quinta-feira, a 3,29 reais, sob a expectativa com a decisão do Banco do Japão sobre a taxa de juros do país. As apostas são que o BC japonês deve anunciar novos estímulos monetários para o país.

“Tem sido uma semana mais tranquila em termos de notícia, e a questão do Banco do Japão acabou monopolizando as atenções (neste pregão). Não tem por que arriscar muito agora, antes de um evento importante como esse”, disse o operador da corretora B&T Marcos Trabbold.

No mercado local, a cotação foi influenciada ainda pela briga pela formação da Ptax (taxa calculada pelo Banco Central que serve de referência para diversos contratos cambiais), habitual ao fim de cada mês. Operadores costumam disputar para deslocar a taxa a patamares favoráveis a suas posições cambiais antes do fechamento da taxa no último pregão do mês.

Leia também:
Grupo Pão de Açúcar tem prejuízo de R$ 583 milhões no segundo trimestre
Operação Zelotes: presidente do Bradesco e mais nove viram réus

Outro fator que elevou as cotações do dólar nesta sessão foi a denúncia do Ministério Público Federal do Distrito Federal contra o presidente do Bradesco, Luiz Carlos Trabuco, e mais três diretores do banco em mais uma ação no âmbito da Operação Zelotes. “O Bradesco é uma instituição muito importante, e qualquer notícia que possa afetar a credibilidade do banco rescalda na credibilidade do Brasil para o investidor”, explicou o operador de uma corretora internacional.

Bovespa

O principal índice da Bovespa fechou em queda nesta quinta-feira, marcado pela repercussão de balanços corporativos, com as ações do Grupo Pão de Açúcar e do Bradesco desabando após dados e perspectivas decepcionantes, enquanto as ações da Natura dispararam com sinais de melhora nas vendas. O Ibovespa caiu 0,33%, a 56.667 pontos.

(Com Reuters)

Continua após a publicidade
Publicidade