Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Dólar sobe 0,47% ante real com cautela por Europa

SÃO PAULO, 19 Dez (Reuters) – O dólar fechou em alta nesta segunda-feira, seguindo a cautela dos mercados internacionais com o setor bancário em meio à crise da dívida soberana na Europa.

A moeda norte-americana subiu 0,47 por cento, a 1,8652 real para venda. Às 17h, o euro se mantinha perto de 1,30 dólar, próximo das mínimas em 11 meses.

O presidente do Banco Central Europeu (BCE), Mario Draghi, afirmou nesta segunda-feira que vê riscos substanciais para a economia em 2012. Um documento da União Europeia (UE) chegou a informar ainda que o risco de calote de dois grandes bancos -que não foram citados- é o maior desde o início das medições em 2007.

De acordo com a equipe de análise da Lerosa Investimentos, a agenda fraca para o dia fez com que os investidores olhassem “para os demais eventos da semana e para as notícias europeias para a tomada de decisão”.

Na terça-feira, o Banco Central divulga os números referentes ao balanço de pagamentos do país em novembro. A mediana das projeções de 13 analistas consultados pela Reuters é de déficit de 6,8 bilhões de dólares, inflado por um aumento na remessa de lucros e por um enfraquecimento da balança comercial.

Se o resultado se confirmar, pode ser a primeira vez desde maio em que o investimento estrangeiro direto (IED) deixa de cobrir o déficit brasileiro em transações correntes. A previsão do BC é de IED de 4 bilhões de dólares no mês.

A taxa Ptax, calculada pelo BC e usada como referência para os ajustes de contratos futuros e outros derivativos de câmbio, fechou a 1,8616 real para venda, em alta de 0,82 por cento ante sexta-feira.

As taxas de câmbio de referência da BM&FBovespa, divulgadas pela primeira vez pela bolsa e calculada com base na média das operações feitas em sua plataforma eletrônica diariamente, ficaram em 1,8614 real, na primeira média (das 10h às 13h), e 1,8634 real na segunda média (10h às 16h).

(Reportagem de Silvio Cascione)