Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Dólar opera em alta à espera da pesquisa do Ibope

A moeda americana era vendida a R$ 4,173 às 10h50, aumento de 0,5%

O dólar tem mais um pregão nervoso. Às 10h50, a moeda americana apresentava alta de 0,5% e era vendida a 4,173 reais. No início das negociações, a cotação chegou a 4,182 reais. Segundo o gerente de câmbio da Treviso Corretora, Reginaldo Galhardo, o nervosismo do mercado se explica pelo ambiente interno, pois, nesta terça-feira 4 haverá mais uma pesquisa do Ibope.

“A situação está a mesma no Brasil e não agrada ao mercado. A nova pesquisa não deve trazer nenhuma mudança no panorama eleitoral, o que deixa os investidores mais receosos, pois não está na dianteira o candidato preferido do mercado”, disse Galhardo.

No cenário internacional, Galhardo ressalta que a volta dos negócios nos Estados Unidos depois do feriado do Dia do Trabalho, comemorado nesta segunda-feira 3, por si só, já teria um reflexo no pregão brasileiro. “O dólar está valorizado em relação a todas as moedas, não somente ante o real. Há mais fluxo sendo negociado”, afirmou.

Outro fator que pode explicar esse stress nos negócios nesta terça-feira é a situação econômica da Argentina, que mesmo depois do anúncio da reforma administrativa e da criação de um novo imposto sobre as exportações, continua com sua moeda desvalorizada. O governo argentino cortou pela metade o número de ministérios e começou a taxar de 3 a 4 pesos por dólar exportado. Essa medida dura até 2020.

“Há uma preocupação de contágio na economia do Brasil, e os investidores estão atentos a tudo isso. O país tem uma situação mais confortável pela quantidade de reservas cambiais de quase 400 bilhões de reais de que dispõe. Mas a questão eleitoral deixa o mercado apreensivo”, ressaltou.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Gilberto Mendes

    Uma coisa é certa, em outubro se os BRASILEIROS escolherem o candidato ERRADO, o Brasil irá caminhar na mesma trilha dos ARGENTINOS. Vale lembrar sem CONFIANÇA no governo, sem INVESTIMENTO, e assim SEM emprego. Assistimos o Brasil ETERNAMENTE em crise, basta ver a história, que é sabida de todos. Outrora havíamos conquistado essa confiança, logo depois os brasileiros levaram as ELEIÇÕES na brincadeira, e votaram nos CORRUPTOS da pior espécie, que são os INCOMPETENTES, resultado lambança, DESEMPREGO, inflação, PERDA DE CONFIANÇA. Quem vai investir em GOVERNO corrupto, hein??????O próximo presidente tem quer GESTOR de fato, gestor de CONVERSA é roça, continuaremos em CRISE. Escolham brasileiros!!!!E vale lembrar em tempos de CRISE a criminalidade aumenta, não tem EMPREGO, malandro vai furtar, bater carteira, pegar relogio, são inúmeros os crimes. Todos pagam que os votaram errado, os que tentaram votar certo, e aqueles que jogam seu voto fora, são os votos BRANCOS, NULOS e as ABSTENÇÕES, não ESCAPA ninguém.

    Curtir