Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Dólar fecha em queda após decisão da Moody’s sobre nota do Brasil

Investidores também reagiram à desvalorização da moeda americana no mercado internacional e à depreciação da divisa chinesa

Enquanto aguardam novidades na esfera política, o mercado de câmbio se ajustou em baixa nos negócios desta quarta-feira. A queda do dólar ante o real refletiu uma continuidade do alívio visto no pregão desta terça em reação ao rebaixamento da nota de crédito do Brasil pela agência Moody’s, mas com revisão da perspectiva de negativa para estável.

Os agentes de câmbio também precificam o enfraquecimento do dólar, hoje, ante várias moedas internacionais em meio às dúvidas sobre as intenções do Federal Reserve de elevar, realmente, os juros depois de a China desvalorizar o iuane e fornecer nova evidência de que sua economia está com dificuldades.

O dólar fechou o dia cotado a 3,47 reais, com decréscimo de 0,67%. Mais cedo, a moeda chegou a recuar mais de 1%, a 3,44 reais, na mínima da sessão.

A revisão da perspectiva do rating para estável foi bem recebida, porque o mercado apostava que a Moody’s atribuiria perspectiva negativa à nota, deixando o país muito próximo de perder o grau de investimento. Como isso não se confirmou e o Brasil continua com o selo de bom pagador, está descartado – pelo menos por enquanto – o risco de fuga de capitais estrangeiros.

Leia também:

Executivo da Moody’s diz que nota de crédito do Brasil não muda neste ano

Dólar cai quase 2%, mas crise política continua no radar

BC aumenta intervenção cambial para conter a alta do dólar

(Da redação)