Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Dólar fecha acima de R$ 3,90 pela primeira vez em duas semanas

O dólar fechou acima de 3,90 reais nesta terça-feira pela primeira vez em duas semanas. A cotação acompanhou os movimentos da moeda americana no exterior, em mais um dia marcado por poucos negócios e noticiário escasso.

A alta foi de 0,67%, a 3,90 reais, maior cotação de fechamento desde 2 de outubro (3,94 reais). Durante a sessão, a moeda chegou a cair a 3,84 reais na mínima do dia, mas passou a subir no início da tarde.

“Sem grandes notícias, o mercado opera pontualmente, especula bastante e o volume pequeno tende a aumentar a volatilidade”, disse o operador da corretora Spinelli José Carlos Amado. Incertezas que incluem a permanência de Joaquim Levy no Ministério da Fazenda e a possibilidade de eventual processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff vêm deixando investidores nervosos nas últimas semanas, mas o ritmo mais lento do noticiário no início desta semana levou o mercado de câmbio a reduzir a marcha.

No cenário externo, dados mistos sobre a economia dos Estados Unidos têm trazido dúvidas sobre se os juros americanos subirão neste ano. Se de fato o Federal Reserve, banco central dos EUA, adiar o início do processo de elevação dos juros, ativos de países emergentes, entre eles o Brasil, que pagam juros elevados, seriam beneficiados.

No exterior, a moeda dos EUA subiu em relação a divisas emergentes como os pesos chileno e mexicano, em meio a persistentes preocupações com o crescimento econômico global. “Na verdade, o mercado está cauteloso, esperando novidades. O que deixa todo mundo nervoso é que essa pode ser uma calma que antecede a tempestade”, disse o operador de um banco internacional, sob condição de anonimato.

Leia mais:

Doze indicadores para resumir a crise brasileira em números

Governo deve anunciar déficit de até R$ 50 bi no Orçamento nesta quarta

(Com Reuters)