Clique e assine a partir de 9,90/mês

Dólar cai 1% e volta a fechar abaixo de R$ 4

Recuo foi descrito por operadores como um movimento de ajuste da cotação após a forte alta desta segunda-feira

Por Da Redação - 5 jan 2016, 17h15

O dólar caiu nesta terça-feira e voltou a fechar abaixo de 4 reais, em movimento de ajuste da cotação após a forte alta registrada nesta segunda-feira. Com alta superior a 2%, puxada por receio de desaceleração da economia chinesa – e, consequentemente, da atividade global -, a moeda americana atingiu nesta segunda seu maior valor desde setembro do ano passado.

A queda desta terça foi de 1,01%, para 3,99 reais. “O nível de aversão ao risco hoje foi menor. Houve certa melhora nos mercados e a China parou de desabar (…) Isso acabou ajudando a ter uma correção aqui”, disse o economista-sênior do banco de investimento Haitong Flavio Serrano.

Mas, apesar do recuo, a cautela ainda permaneceu no mercado devido a temores sobre a economia chinesa. Nesta sessão, a China tentou trazer algum alívio com o banco central do país injetando quase 20 bilhões de dólares nos mercados.

“As atuações trouxeram algum alívio, mas não totalmente. O mercado ainda vai aguardar com cautela a divulgação esta noite do PMI de serviços da China”, disse o operador de câmbio da Correparti Corretora Jefferson Luiz Rugik, referindo-se ao Índice de Gerentes de Compras, que tem divulgação marcada para as 23h45 (horário de Brasília) desta terça-feira.

Na Bovespa, o índice Ibovespa fechou em alta de 0,46% a 42.334, depois do tombo do primeiro dia da semana. Nesta segunda, o indicador caiu 2,79%, a 42.141 pontos, seu menor patamar desde abril de 2009.

Leia mais:

Sair do vermelho supera perder peso entre prioridade de brasileiros para 2016

(Com Reuters)

Continua após a publicidade
Publicidade