Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Dólar atinge R$ 1,90 e volta a patamar de setembro

Moeda americana sobe em todo o mundo ante o temor dos investidores com um possível agravamento da crise europeia

Por Da Redação 30 abr 2012, 14h34

O dólar alcançou nesta segunda-feira o patamar de 1,90 real – cotação que não era atingida desde 22 de setembro do ano passado, quando fechou exatamente a 1,9000 real na venda. A moeda também se valoriza ante outras moedas no exterior, com maior aversão ao risco devido principalmente à queda do PIB da Espanha. Às 16h33 (horário de Brasília), a moeda tinha alta de 1,02%, cotada a 1,9059 real para venda.

Em 22 de setembro do ano passado, o Banco Central (BC) havia feito, pela primeira vez desde 2009, um leilão de swap cambial tradicional – operação em que o comprador abre mão da rentabilidade do dólar fututo em troca de um outro tipo de ganho, com juros pós-fixados, oferecido pelo governo – para tentar combater a tendência de alta da moeda americana ante o real e evitar uma grande volatilidade. Naquele mês, o dólar apreciou-se 18,15% ante a divisa brasileira.

Recentemente, o BC parece disposto a deixar o dólar a se valorizar ante o real. Entre 12 e 18 de abril, a autoridade monetária fez dois leilões de compra de dólares no mercado à vista por sessão, muitas vezes com a moeda já em alta. No dia 19, quando a moeda chegou muito próxima do patamar de 1,90 real, o BC optou por não atuar no mercado, voltando a fazer apenas um leilão de compra à vista no dia seguinte.

Nesta segunda-feira, até o momento, o BC não atuou. Na sexta-feira, havia feito um leilão de compra de dólares no mercado à vista.

(com agência Reuters)

Continua após a publicidade
Publicidade