Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Dívida dos estados ainda ameaça crescimento, diz FMI

Fundo deve diminuir previsão para o crescimento mundial em 2010

O vice-diretor gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), John Lipsky, afirmou nesta terça-feira em Nova York que a forte dívida dos estados e a difícil situação do sistema financeiro ainda ameaçam o crescimento da economia mundial.

“Não surpreende o fato de nossa previsão central ser a continuidade da recuperação mundial a um ritmo moderado”, afirmou Lipsky. “Apesar de prevermos que essa lentidão seja provisória, os riscos de que as previsões sejam muito otimistas para as economias desenvolvidas são evidentes”.

Lipsky deu a entender que o FMI rebaixaria sua previsão de crescimento mundial para 2010, que será publicada em 6 de outubro. Indicou que o crescimento alcançou 4,75% em ritmo anual no primeiro semestre e deverá ser “levemente inferior” no segundo semestre. Atualmente, a previsão é de 3,75%. Em julho, o fundo previa 4,6% para o conjunto do ano.

(com AFP)