Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Disney comemora fim da política de filho único na China

Decisão do governo chinês coincide com a inauguração, no próximo ano, em Xangai, de um parque de diversões do grupo

O presidente da Disney elogiou nesta sexta-feira o fim da política de filho único na China, o que coincide com a inauguração, no próximo ano, em Xangai, de um parque de diversões do grupo. “A decisão chega em um bom momento. Naturalmente, as crianças são boas para a Disney”, afirmou Robert Iger em coletiva em Xangai, provocando gargalhadas no público presente.

Em 2011, a Disney e seu sócio chinês Shanghai Shendi Group começaram a construir um parque temático em Xangai no valor de 5,5 bilhões de dólares, que será inaugurado no próximo ano. A Disney também abriu uma loja em Xangai e se associou ao japonês Fast Retailing para vender sua linha de roupas através da loja Uniqlo.

A China anunciou na quinta-feira o fim da política do filho único e autorizará a partir de agora que todos os casais tenham dois filhos, uma medida que visa a frear o envelhecimento da população e estimular a economia.

A decisão histórica foi tomada dois anos depois que o governo autorizou os casais em que um dos cônjuges é filho único a ter um segundo filho. O objetivo é corrigir o desequilíbrio entre homens e mulheres e conter o envelhecimento da população. A decisão acaba com 35 anos de uma política muito criticada por seus excessos, em particular os abortos forçados.

Leia também:

Novo Star Wars deve render US$ 5 bi em vendas de brinquedos para a Disney

Disney proíbe uso de pau de selfie em seus brinquedos

(Com agência France-Presse)