Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Diretor do FMI para a América Latina: caso YPF-Repsol é um problema bilateral

Por Orlando Sierra
20 abr 2012, 14h40

A expropriação parcial da YPF-Repsol é um problema bilateral a ser resolvido entre Argentina e a Espanha, declarou esta sexta-feira o diretor do Fundo Monetário Internacional (FMI) para a América Latina, Nicolás Eyzaguirre, depois de críticas de um economista da entidade.

“É preciso dizer que este é essencialmente um problema bilateral entre a Argentina e a Espanha. Como organização multilateral não temos comentários particulares a respeito”, disse Eyzaguirre em coletiva de imprensa, durante a assembleia semestral do Fundo.

“Os interesses dos investidores vão ser defendidos pelos próprios investidores e seus países”, explicou Eyzaguirre.

“O que esperamos, em benefício da estabilidade do investimento estrangeiro na Argentina e no restante da região, é que esta nacionalização acontecerá, com sorte, em um ambiente de acordo entre as duas partes”, concluiu.

Continua após a publicidade

Um economista do Fundo, Thomas Helbling, autor, entre outros, do relatório semestral de previsões econômicas mundiais da entidade, lamentou, na terça-feira, que a Argentina seja “imprevisível”.

“Acredito que houve uma certa deterioração do clima para os investidores na Argentina nos últimos anos”, afirmou em coletiva de imprensa esse economista.

O presidente do Banco Mundial (BM), Robert Zoellick, também considerou a expropriação como um “erro”, com numerosas reações internacionais.

Continua após a publicidade

A presidenta Cristina Kirchner anunciou na segunda-feira a expropriação de 51% das ações da YPF em mãos da empresa espanhola Repsol e a petroleira reagiu afirmando que ia pedir 10 bilhões de dólares de indenização.

O FMI e Argentina mantêm uma difícil relação desde que o país sul-americano pagou sua dívida com a entidade e a acusou de ter contribuído para sua grande crise financeira em 2000-2001.

A Argentina se nega a ser avaliada economicamente pelo Fundo.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.