Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Dilma só anunciará novo ministro da Fazenda depois da reunião do G20

Encontro das 20 maiores economias do mundo acontecerá nos dias 15 e 16 de novembro, na Austrália

Por Da Redação - 5 nov 2014, 13h37

A presidente Dilma Rousseff afirmou nesta quarta-feira que o nome do novo ministro da Fazenda não será anunciado antes da cúpula do G20, grupo composto pelas maiores economias do mundo, que ocorre de 15 e 16 de novembro, na Austrália. Dilma negou que já tenha escolhido o futuro ministro.

Dilma, reeleita para um novo mandato, anunciou durante a campanha que o atual ministro Guido Mantega deixaria o Ministério em um novo governo da petista. O nome do próximo titular da pasta é amplamente aguardado e será importante para passar segurança – ou não – ao mercado, num momento em que os indicadores da economia brasileira estão em franca piora.

Entre os possíveis candidatos a substituto de Mantega estão o ex-secretário-executivo do Ministério da Fazenda, Nelson Barbosa, e o ex-presidente do Banco Central, Henrique Meirelles.

Leia mais:

Publicidade

Os bastidores do vai e vem ministerial: os feridos, os fortalecidos e os irritados

Tesouro desenha nova ‘contabilidade’ para pagar dívidas das elétricas

Arrecadação baixa limita diálogo de Dilma com empresariado

(Com agência Reuters)

Publicidade