Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Dilma reafirma disposição do Brasil de fazer aportes no FMI

BRASÍLIA, 15 Dez (Reuters) – A presidente Dilma Rousseff reafirmou nesta quinta-feira a disposição do Brasil de realizar aportes no Fundo Monetário Internacional (FMI), mas condicionou a aplicação dos recursos à reforma do organismo.

“Reafirmei a disposição do governo brasileiro de realizar, se necessário, novos aportes de recursos ao Fundo Monetário, desde que tenhamos garantias de que a reforma de 2010 do Fundo será implementada”, disse Dilma em declaração conjunta com o primeiro-ministro da França, François Fillon, após reunião entre ambos no Palácio do Planalto.

Dilma já havia demonstrado a disponibilidade do Brasil em contribuir com o FMI, cujos recursos poderão ser usados para conter crises, como a da dívida soberana que atinge a zona do euro, mas tem condicionado a participação maior do Brasil a uma reforma na governança do organismo.

Na avaliação expressa por ela durante reunião do G20 em novembro, a reforma do Fundo deve refletir a mudança de correlação de forças no cenário global, ampliando cotas e participação de emergentes no organismo.

(Reportagem de Hugo Bachega e Jeferson Ribeiro)