Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Dilma ficou ‘sentida’ com acidente em navio-plataforma da Petrobras

Presidente se reunia com o ministro de Minas e Energia quando ocorreu a explosão em navio-plataforma; governo aguarda detalhes sobre explosão

O ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga, disse que a presidente Dilma Rousseff ficou ‘sentida’ com o acidente que deixou três mortos e seis desaparecidos em um navio-plataforma da Petrobras no Espírito Santo, nesta quarta-feira.

A notícia do acidente chegou a Dilma durante uma reunião com o próprio Eduardo Braga no Palácio do Planalto. “A presidente lamentou muito e ficou muito sentida porque, afinal de contas, houve perda de vidas humanas”, afirmou o ministro.

Leia também:

Em 2001, acidente na P-36 matou dez funcionários da Petrobras

Eduardo Braga disse ter “informações preliminares” sobre o acidente, mas não deu detalhes sobre as causas da explosão. “Estamos esperando um relatório pormenorizado do ocorrido. Quero em nome do governo federal prestar minhas condolências às vítimas e pedir a Deus que aqueles que foram feridos tenham um pronto restabelecimento”, disse ele.

O peemedebista também afirmou que a proprietária do navio-plataforma e a Petrobras estão trabalhando em conjunto para identificar as causas do acidente: “Todas as providências estão sendo tomadas tanto pela empresa locadora do equipamento quanto pela própria Petrobras”, afirmou.

Explosão navio-plataforma da Petrobras Cidade de São Mateus (ES) Explosão navio-plataforma da Petrobras Cidade de São Mateus (ES)

Explosão navio-plataforma da Petrobras Cidade de São Mateus (ES) (/)