Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Dilma exonera diretor da Anac acusado de corrupção

Rubens Carlos Vieira estava afastado do cargo desde 2012

O Diário Oficial da União (DOU) publicou nesta terça-feira a exoneração de Rubens Carlos Vieira do cargo de diretor da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). Ele estava afastado do cargo desde 26 de novembro de 2012, três dias depois de ser preso na Operação Porto Seguro, da Polícia Federal. Segundo o DOU, a demissão foi “a pedido” do próprio Vieira.

Há mais de treze meses, um processo administrativo apura a participação de Vieira na quadrilha que praticava tráfico de influência em pelo menos sete órgãos públicos. As investigações ainda não foram concluídas, segundo a assessoria de imprensa da Anac.

Vieira foi preso junto com o irmão Paulo Vieira, então diretor da Agência Nacional de Águas (ANA), em uma operação que atingiu mais de 40 pessoas, entre elas a ex-chefe de gabinete da Presidência da República em São Paulo, Rosemary Nóvoa Noronha. Os irmãos passaram uma semana na prisão e foram soltos por uma liminar concedida pelo Tribunal Regional Federal (TRF).

Leia também:

Operação Porto Seguro: um ano depois, indiciados ainda recebem salários do governo

A carreira meteórica de Rubens Vieira na era Lula

Irmãos que integravam quadrilha foram indicados por Lula

Conforme publicou o Radar on-line, Vieira foi indicado por Lula para o cargo a pedido de Rosemary Nóvoa de Noronha, a despeito da opinião do então ministro da Justiça, Nelson Jobim, que não concordou com a indicação.