Clique e assine a partir de 9,90/mês

Desemprego nos EUA cai pelo segundo mês consecutivo

Dados indicam recuperação da economia e podem influenciar queda dos juros

Por Da Redação - 1 abr 2011, 11h00

Apesar do bom resultado, a economia americana recuperou apenas uma pequena fração dos 8 milhões de empregos perdidos durante a recessão

A taxa de desemprego nos Estados Unidos caiu para 8,8% em março, registrando o segundo mês consecutivo de ganhos. O resultado reprsenta uma mudança decisiva no mercado de trabalho americano e deve ajudar na recuperação da economia do país. O setor privado foi responsável pela criação de todos os novos postos de trabalho no mês passado, adicionando mais 230.000 posições no mercado. Já no setor público, 14.000 vagas foram extintas. O saldo, portanto, foi de 216.000 vagas criadas em março.

Os dados foram divulgados nesta sexta-feira pelo Departamento do Trabalho americano. Os números de emprego indicam força da economia para suavizar impactos negativos do alto preço da energia. O resultado pode levar o Federal Reserve (Fed, o banco central americano) a finalmente elevar a taxa de juros do país, que está perto de zero desde dezembro de 2008.

Apesar do bom resultado, a economia americana recuperou apenas uma pequena fração dos 8 milhões de empregos perdidos durante a recessão. Economistas afirmam que é preciso recuperar de 250.000 a 300.000 empregos por mês para refletir positivamente no mercado de trabalho, que conta com 13,5 milhões de desempregados.

Publicidade