Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Desemprego nos EUA atinge menor nível desde o início da pandemia

Ainda assim, novas vagas ficaram mais da metade abaixo da expectativa dos analistas; Em novembro, foram criadas 210 mil postos de emprego no país

Por Luisa Purchio Atualizado em 3 dez 2021, 15h30 - Publicado em 3 dez 2021, 11h31

A recuperação do mercado de trabalho nos Estados Unidos continua ocorrendo. Em novembro, o desemprego caiu 0,4 ponto percentual em novembro, alcançando 4,2%, o menor patamar desde o início da pandemia. É o que mostram os dados do Payroll, divulgados na manhã desta sexta-feira, 3, pelo Departamento de Estatísticas do Trabalho dos Estados Unidos (BLS, na sigla em inglês).

Apesar do otimismo, o ritmo de recuperação desacelerou no último mês e veio abaixo da expectativa do mercado. Em novembro, foram criadas 210 mil novas vagas de emprego no país, menos da metade do esperado pelos analistas da Bloomberg, que estimaram 550 mil novas vagas, e do total do mês de outubro, quando foram criadas 546 mil novas vagas de trabalho.

Esperado pelos analistas, os dados de emprego são uma das principais variantes analisadas pelo Federal Reserve Bank, o banco central dos Estados Unidos, para balizar a taxa de juros do país. Ainda que durante a semana Jerome Powell, presidente do Fed, tenha batido na tecla de que a taxa de juros será utilizada principalmente para conter a inflação, desde o início da pandemia ele tem enfatizado a importância do crescimento econômico do país e do uso “de todas as ferramentas” do Fed para recuperar os empregos perdidos durante a crise. Segundo os dados divulgados nessa sexta, a diferença do índice de desemprego em relação à março de 2020, antes do início da Covid-19, diminuiu para apenas 0,7 ponto percentual.

O desafio dessa recuperação depende diretamente da evolução da pandemia no país. Dados suplementares da pesquisa domiciliar mostraram que a pandemia da Covid-19 continua impactando o mercado de trabalho nos Estados Unidos, ainda que de forma mais branda. Em novembro, 3,6 milhões de pessoas afirmaram que foram impedidas de trabalhar em decorrência do fechamento ou perda de negócios de seu empregador devido à pandemia, abaixo dos 3,8 milhões do mês anterior. Os Estados Unidos enfrentam uma nova alta nos casos de Covid-19 antes mesmo da chegada da variante ômicron, que foi identificada só nesta última semana no país.

Impacto no mercado

Os principais índices das bolsas de valores americanas reagiram positivamente ao dado, que ao ficar abaixo da expectativa dos economistas mostram que não haverá uma antecipação e uma aceleração da subida da taxa de juros pelo Fed no ano que vem. O S&P 500 subia 1,42% às 11h10 no horário de Brasília, enquanto o índice Dow Jones tinha alta de 1,82%. O DXY, por sua vez, que mede a força do dólar em relação a uma cesta de moedas, a principal delas o euro, operava praticamente no zero a zero, enquanto o rendimento dos títulos do Tesouro Americano de 10 anos subia 1,45%.

Continua após a publicidade

Publicidade