Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Desemprego em agosto é o menor no mês desde 2002

Por Daniela Amorim

Rio – A taxa de desemprego apurada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nas seis principais regiões metropolitanas do País ficou estável em 6,0% em agosto, no mesmo nível registrado em julho. Apesar de ter registrado estabilidade, a taxa foi a menor para o mês desde o início da série da Pesquisa Mensal de Emprego, divulgada pelo instituto desde 2002.

A população desocupada foi de 1,4 milhão de pessoas, mostrando-se estável em relação a julho. Quando comparada a agosto do ano passado, a população desocupada registrou queda de 10,0% (correspondendo a menos 160 mil pessoas nessa condição).

A população ocupada ficou em 22,6 milhões em agosto de 2011, não apresentando variação significativa frente a julho. No confronto com agosto do ano passado, verificou-se aumento de 2,2%, o que representou um acréscimo de 488 mil ocupados.

O número de trabalhadores com carteira de trabalho assinada no setor privado ficou em 11,0 milhões, sem variação na comparação com julho. Frente a agosto de 2010, o número de trabalhadores formais apresentou elevação de 7,5%, o que representou um adicional de 764 mil postos de trabalho com carteira assinada.

Capitais

A taxa de desemprego não registrou variação significativa em agosto nas seis principais regiões metropolitanas do País, em relação a julho. Na comparação com agosto de 2010, foram registradas quedas no desemprego nas regiões metropolitanas de Recife (2,3 pontos porcentuais) e de Salvador (2,8 pontos percentuais).

Na análise regional, em relação a julho, o contingente de desocupados mostrou um quadro de estabilidade em todas as regiões pesquisadas. No confronto com agosto de 2010, as quedas ocorreram em Recife (-25,0%) e Salvador (-25,1%).