Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Desemprego da zona do euro fica estável em fevereiro

Taxa está estável desde outubro de 2013, a 11,9%. O nível de desocupação entre jovens caiu para 23,5%, segundo a Eurostat

Por Da Redação 1 abr 2014, 10h08

A taxa de desemprego da zona do euro ficou inalterada em fevereiro em 11,9%, segundo dados divulgados pela Eurostat, a agência oficial de estatísticas da União Europeia, nesta terça-feira. O resultado ficou abaixo da previsão dos analistas consultados pela Dow Jones Newswires, que esperavam que a taxa subisse para 12%. A leitura de janeiro foi revisada de 12% para 11,9%. A taxa de desemprego permanece estável desde outubro de 2013.

Já o número de desempregados na região, formada por 18 países, diminuiu em 35.000 em fevereiro, totalizando 18,965 milhões de pessoas. Entre a população com menos de 25 anos – o índice mais preocupante – a situação também melhorou em fevereiro, passando a 23,5%, contra 23,6% em janeiro.

Na União Europeia, formada por 28 países, o desemprego caiu para 10,6% em fevereiro ante 10,7% no mês anterior. Os 28 países da UE registravam em fevereiro 25,92 milhões de pessoas sem emprego, 65.000 a menos que em janeiro e 619.000 a menos que em fevereiro de 2013.

Leia mais:

Inflação na zona do euro atinge em março mínima em 5 anos

Países europeus alcançam acordo sobre a união bancária

PIB da zona do euro sobe 0,3% no 4º trimestre

Entre os membros da eurozona, a Espanha mostrou queda de 0,2 ponto porcentual no índice de desemprego, que está agora em 25,6%. Na Grécia, o pior país em desocupação, o índice era de 27,5% em dezembro. Os países com menor índice de desemprego são Áustria (4,8%), Alemanha (5,1%) e Luxemburgo (6,1%).​

(com agências Reuters, France-Presse e Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade

Publicidade