Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Depois de Abilio, família Diniz vende ações e deixa Pão de Açúcar

Operação movimentou R$ 1,19 bilhão e acontece dois meses após o empresário, que hoje comanda a BRF, ter se desfeito de seus papéis

Por Da Redação 14 jul 2014, 14h49

A família Diniz confirmou nesta segunda-feira que vendeu todas as ações preferenciais (sem direito a voto no Conselho) do Grupo Pão de Açúcar (GPA) que estava em nome dos filhos do empresário Abilio Diniz. Os papéis foram vendidos em um leilão na manhã desta segunda-feira na BM&FBovespa, que movimentou 11.496.500 ações (4% do capital do GPA) ao preço de 103,58 reais. Assim, a operação movimentou 1,190 bilhão de reais.

Na operação, a família se desfez de ações que estavam em nome de seis filhos de Abilio: Ana Maria, João Paulo, Pedro Paulo, Adriana, Rafaela e Miguel. O negócio marca a saída definitiva de Abilio e sua família da empresa fundada por seu pai. O empresário já vinha reduzindo sua participação na companhia desde que o grupo francês Casino assumiu o controle. Em maio, o empresário já havia vendido sozinho 7,9 milhões de ações preferenciais, em uma operação que levantou 825 milhões de reais e que o tirou do GPA.

Em setembro, Abilio negociou com os ex-sócios franceses a saída do grupo de controle, com substituição das ações ordinárias por preferenciais. Os Diniz ainda têm uma pequena participação na empresa com ações ordinárias (com direito a voto) em fundos de investimento, mas esta é considerada apenas uma fatia residual.

Leia mais:

Abilio Diniz: empresas brasileiras precisam ser mais produtivas

Cade aprova troca de ações entre Casino e Abilio Diniz

Família Diniz deixa o controle do Pão de Açúcar após 65 anos

(com Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade
Publicidade