Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Democratas apresentam proposta de corte orçamentário de US$ 2,5 trilhões

Pacote inclui cortes no Medicare e aumento de impostos; expectativa é que o aumento da carga tributária deve encontrar resistência dos republicanos

Parlamentares democratas do comitê bipartidário do Congresso americano apresentaram um plano para cortar 2,5 trilhões de dólares em gastos públicos ao longo dos próximos dez anos, segundo reportagem publicada no jornal britânico Financial Times. Os membros do partido de Obama ofereceram propostas de cortes no Medicare, o programa do governo para a saúde da população idosa, somado a uma leva de novos impostos. As negociações correm em segredo e não há informações se os republicanos aceitaram a inserção de mais taxação.

O comitê, formado em agosto deste ano, após o impasse do aumento do teto da dívida americana, tem até 23 de novembro para apresentar um plano de cortes para a próxima década. Caso não consigam a aprovação de sete dos 12 membros, entre republicanos e democratas, que compõem o grupo, um mecanismo de cortes automáticos da ordem de 1,2 trilhão de dólares entra em ação a partir de 2013.

As visões de republicanos e democratas diferem. Uma ala do partido republicano defende uma reforma fiscal, com redução de impostos, como medida para alavancar a economia americana. Algumas multinacionais como a Cisco, por exemplo, chegaram a fazer lobby para obter descontos fiscais em ganhos oriundos de outros países – atualmente taxados em 35%. Críticos desta proposta argumentam que a medida, caso colocada em prática, seria um incentivo à internacionalização da produção industrial, o que geraria ainda menos empregos em território americano.