Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Demanda por voos da Gol recua 10,6% em abril

Mês foi marcado por alta de preços e queda na oferta de assentos na comparação com abril de 2012

A Gol Linhas Aéreas registrou forte queda de 10,6% na demanda de passageiros por seus voos em abril, em meio a alta de preços e queda na oferta de assentos ante igual período de 2012. A companhia reduziu em 3,9% sua oferta total, incluindo mercado doméstico e internacional, sobre abril de 2012, mantendo estratégia voltada a melhorar a rentabilidade em um momento de alta de custos com combustíveis.

Apesar do corte nos assentos disponibilizados, a taxa de ocupação do grupo recuou de 71,6% para 66,7% no período, em meio à queda na demanda.

Leia também:

Após romper com a TAM, CBF anuncia acordo com a Gol

Prejuízo da Gol aumenta 81,8% no 1º trimestre

Crescimento do mercado de fidelidade dificulta troca de pontos e aéreas buscam alternativas

Considerando apenas os voos domésticos, a oferta da Gol teve queda de 6,9% ante abril de 2012, enquanto a demanda recuou 12,7%. Nos voos internacionais, porém, a oferta cresceu 31,2% devido às novas operações diárias para Santo Domingo, Miami e Orlando iniciadas no final do ano passado, enquanto a demanda teve aumento de 17,5%

No acumulado do ano até o mês passado, a oferta total de voos da Gol recuou 10%, enquanto a demanda teve queda de 12,2%, ambos na comparação com igual período de 2012 e puxados por quedas nas operações domésticas.

Às 13h00 (Brasília), as ações preferenciais da Gol tinham alta de 0,54%, cotada a 11,14 reais por ação.

Leia também:

Gol reduz a oferta, mas não a eficiência, diz CEO

TST suspende multa à Gol por demissões da Webjet

Gol traça três rotas para tentar voltar para o azul

(com agência Reuters)