Clique e assine com 88% de desconto

Demanda e preços baixos fazem lucro da Shell cair

Por Da Redação - 26 jul 2012, 09h04

Por Renan Carreira

Londres – A petroleira Royal Dutch Shell teve queda de 12,7% no lucro ajustado para o segundo trimestre, uma vez que uma produção maior de petróleo e gás não foi suficiente para compensar o enfraquecimento da demanda e dos preços da commodity. O lucro líquido do segundo trimestre totalizou US$ 4,06 bilhões, baixa de 53,1% ante os US$ 8,66 bilhões registrados no mesmo período do ano passado. A receita foi de US$ 119,89 bilhões, comparada com US$ 124,56 bilhões no segundo trimestre de 2011.

“Nossa indústria continua a observar uma volatilidade significativa de preços como resultado dos desdobramentos econômicos e políticos”, disse o executivo-chefe Peter Voser. Entretanto, ele afirmou que a estratégia de investimento de longo prazo da empresa vai ajudar a enfrentar os períodos mais difíceis.

A produção de petróleo e gás ficou em 3,103 milhões de barris por petróleo equivalente por dia, uma alta de 1,9% em bases anuais, uma vez que seus gigantes projetos no Catar e no Canadá ajudaram a compensar os efeitos da perda de alguns campos de petróleo por meio da venda de ativos. Entretanto, analistas esperavam que a produção aumentasse 4%.

Publicidade

O lucro diluído por ação ficou em US$ 0,65, comparado com US$ 1,39 no ano passado. A Shell também anunciou que elevaria seus dividendos em 2,4%, para US$ 0,43 por ação. Às 8h53, a ação da Shell na Bolsa de Londres caía 2,76%. As informações são da Dow Jones.

Publicidade