Clique e assine a partir de 9,90/mês

Demanda de empresas por crédito fica estável

Por Da Redação - 15 dez 2011, 09h45

O número de empresas que buscaram crédito em novembro recuou 0,1% em relação a outubro, de acordo com indicador divulgado nesta quinta-feira pela Serasa Experian. A variação foi interpretada como estabilidade pelos economistas da empresa, já que a pequena redução foi registrada após duas significativas quedas consecutivas em setembro (-6,7%) e outubro (-4,2%). Na comparação com novembro de 2010, houve avanço de 0,8%. No acumulado de janeiro a novembro, em relação ao mesmo período do ano passado, a alta é de 2,9%.

Em novembro, a demanda por crédito das micro e pequenas empresas caiu 0,2% ante outubro. Entre as médias empresas foi registrado crescimento de 1,2% e entre as grandes, elevação de 2%. Para os economistas da Serasa Experian, a estagnação registrada em novembro mostra que, apesar do ciclo de redução da taxa básica de juros, a desaceleração interna e a conjuntura externa adversa ainda pesaram desfavoravelmente sobre a busca das empresas por crédito.

O Indicador da Demanda das Empresas por Crédito é calculado a partir de uma amostra de cerca de 1,2 milhão de números de Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ) consultados mensalmente na base de dados da empresa.

(Com Agência Estado)

Continua após a publicidade
Publicidade