Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Demanda de crédito por empresas cai 17% em setembro

Segundo a Serasa Experian, o número menor de dias úteis em setembro, na relação com agosto, fez o total de empréstimos cair

Por Da Redação 18 out 2012, 10h17

O reduzido número de dias úteis em setembro afetou a procura de empresas por crédito no período, fazendo a demanda por empréstimos corporativos despencar 17% sobre agosto, de acordo com a Serasa Experian. Se ajustada pela quantidade de dias úteis, entretanto, essa demanda por crédito em setembro foi 0,5 ponto percentual maior do que em agosto, “refletindo a trajetória de gradual recuperação da atividade econômica, tendência que deverá prevalecer ao longo dos próximos meses”, disse a Serasa em nota.

O Indicador de Demanda das Empresas por Crédito toma como base cerca de 1,2 milhão de registros de pessoas jurídicas (CNPJs) no banco de dados da companhia. Na comparação anual, a demanda de empresas por crédito em setembro caiu 15%, enquanto no acumulado do ano o indicador tem perda de 3%.

Leia mais:

BB e Caixa respondem por 70% da alta do crédito

Mesmo com juro menor, bancos recuperarão rentabilidade

Continua após a publicidade

Itaú estende cartão com juros menores a todos seus clientes

Bradesco acata vontade do governo e reduz juros do cartão de crédito

“A demanda das empresas por crédito em setembro de 2012 foi afetada negativamente pelo calendário extremamente adverso deste mês, que contou com apenas 19 dias úteis, a menor quantidade de dias úteis para um mês de setembro desde 2007”, disse a Serasa .

O maior recuo na demanda das empresas por crédito em setembro ocorreu nas micro e pequenas empresas, com perda de 17,9% sobre agosto. Nas empresas médias a redução foi 2,5%, enquanto nas grandes houve alta de 0,2% na busca por crédito no período.

(com agência Reuters)

Continua após a publicidade

Publicidade