Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Déficit nominal totaliza 51,2 bilhões de reais no semestre

Os gastos do setor público consolidado com juros somaram 91,334 bilhões de reais na primeira metade do ano

O setor público consolidado (governo federal, estados, municípios e estatais) acumulou no primeiro semestre deste ano um déficit nominal de 51,229 bilhões de reais, o que corresponde a 3,02% do Produto Interno Bruto (PIB). Em igual período do ano passado, o saldo nominal havia sido negativo em 43,682 bilhões de reais (2,92% do PIB). Os dados foram divulgados hoje pelo Banco Central (BC).

O governo central encerrou a primeira metade de 2010 com déficit nominal de 33,347 bilhões de reais; os governos regionais, com déficit de 16,696 bilhões de reais; e as empresas estatais, com saldo negativo de 1,186 bilhão de reais.

Em junho, o déficit nominal do setor público ficou em 13,621 bilhões de reais. No mesmo mês de 2009, o resultado negativo havia totalizado 10,130 bilhões de reais. O governo central apurou no mês passado déficit nominal de 6,413 bilhões de reais; os governos regionais tiveram saldo negativo de 6,794 bilhões de reais; e o conjunto das empresas estatais, déficit de 414 milhões de reais.

No acumulado dos 12 meses encerrados em junho, o setor público acumulou déficit nominal de 112,169 bilhões de reais, o correspondente a 3,35% do PIB. Esse resultado mostrou uma aceleração em comparação com os 12 meses terminados em maio, quando o saldo nominal foi negativo em 108,678 bilhões de reais (3,28% do PIB). Nos 12 meses até junho, o governo central teve déficit nominal de 90,465 bilhões de reais; os governos regionais, de 21,668 bilhões de reais; e as empresas estatais, de 36 milhões de reais.

Gastos com juros – O BC informou ainda que os gastos do setor público com juros somaram 91,334 bilhões de reais no acumulado do primeiro semestre de 2010. O valor correspondeu a 5,38% do PIB. Em igual período de 2009, esse desembolso correspondeu a 5,28% do PIB. No acumulado em 12 meses até junho, o desembolso para os juros atingiu 181,536 bilhões de reais, o equivalente a 5,43% do PIB.

Em junho, o gasto com juros somou 15,680 bilhões de reais em junho. A despesa ficou abaixo da verificada em maio (16,191 bilhões de reais), mas foi superior à verificada em junho de 2009, de 13,506 bilhões de reais. Segundo o BC, o gasto com juros do governo central foi de 7,159 bilhões de reais em junho. O pagamento dos governos regionais foi maior, atingindo 8,493 bilhões de reais. Já as empresas estatais desembolsaram apenas 27 milhões de reais no mês passado.

(com Agência Estado)