Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Déficit da Seguridade Social espanhola foi de 0,06% do PIB em 2011

Por Dani Pozo 5 jan 2012, 12h48

A Seguridade Social espanhola registrou em 2011 um déficit de 0,06% do PIB, contrariando a previsão oficial de um superávit de 0,04%, anunciou nesta quinta-feira o governo espanhol.

“Isso representa um déficit de 668 milhões de euros”, afirmou a porta-voz do governo, Soraya Sáenz de Santamaría.

O secretário de Estado da Seguridade Social, Tomás Burgos, advertiu na terça-feira que esta instituição passou ao vermelho em 2011, depois de vir registrando superávit desde os anos 1990.

O governo socialista que deixa o poder havia previsto superávit de 0,04% para o período, que seria o desepenho indicado para cumprir a meta de 6% de déficit público do PIB para 2011, depois de 9,3% em 2010.

O novo governo de direita, no entanto, que assumiu suas funções em 22 de dezembro, multiplica as advertências nesse sentido.

Depois de anunciar que o déficit público será de cerca de 8% do PIB, o que justificou o anúncio de novas medidas de austeridade, o novo governo sugeriu na segunda-feira que essa cifra pode ser também superada.

Continua após a publicidade
Publicidade