Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Decreto muda limite de renda para Minha Casa, Minha Vida

Agora teto da renda de beneficiários do programa da faixa 2 terão de ter rendimento de até 3.275,00 reais e não mais 3.100,00 reais como antes

Por Da Redação 15 out 2012, 09h28

Decreto publicado no Diário Oficial da União (DOU) desta segunda-feira confirma a alteração feita no início do mês pelo Conselho Curador do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) no teto da renda de beneficiários do programa Minha Casa, Minha Vida. O decreto 7.825 altera o limite de rendimento da faixa 2 de 3.100,00 reais para 3.275,00 reias.

Em reunião realizada no dia 4 de outubro, o Conselho Curador do FGTS aprovou uma série de mudanças no âmbito do programa Minha Casa Minha Vida. Entre elas a elevação do teto dos valores dos imóveis; a redução da taxa de juros; o aumento do teto de subsídios concedidos pelo programa; e a alteração no teto da faixa 2, de 3,1 mil reais para 3,275 mil reais. A chamada faixa 1 do programa continua com o teto de até 1,6 mil reais de rendimento mensal e a faixa 3 permaneceu em até 5 mil reais.

Leia mais:

Limite de imóvel financiado no Minha Casa Minha Vida sobe para R$ 190 mil

Alta dos preços de imóveis no Brasil perde ímpeto, diz Fitch

Brasil deve se tornar líder entre estrangeiros no mercado imobiliário de Miami

Poupança continuará como líder no crédito imobiliário

(com Agência Estado)

Continua após a publicidade

Publicidade